Localizador de visitas

Map

domingo, 6 de fevereiro de 2011

José Saramago e o Evangelho de Jesus Cristo

Acabo de ler o livro de José Saramago, o Evangelho de Jesus Cristo.Cabem comentários. Para quem tem fé em Jesus Cristo o livro pode causar certo impacto porque nosssa educação religiosa ensinou-nos o máximo respeito pelo que nos é sagrado. Saramago é um grande crítico e tem um domínio da língua portuguesa de qualidade invejável. Vocabulário vasto, não repetido, pertinente e capaz de descrever com as mais adequadas palavras o que bem entender. Como literatura é uma obra fantástica, como capacidade de questionar todos os fundamentos do cristianismo, não fica atrás. O comentário que faço liga-se exatamente ao fato deste livro não questionar os costumes, não se ater aos princípios e nem sequer aos fatos. Para nós, cristãos, o que nos leva a refletir é que Saramago ataca os fundamentos do cristianismo e, como tal, destrói toda a moral que nele se baseia. Por isso é chocante, sobretudo no fulcro central enquanto expõe as controvérsias entre Cristo e o Pai, culminando com a frase final, quase à morte na cruz: "Povo perdoai-lhe porque não soube o que fez".Saramago conhece o cristianismo e os seus escritos evangélicos tanto é que os cita com precisão para, em seguida, destruir o fundamento. Ao término da leitura ficou-me claro um pensamento: "estou proclamando menos os valores de Cristo que Saramago os desvalores que cria em sua mente e os descreve com voracidade". Paraceu-me uma boa reflexão, com resultados úteis e imediatos. No entanto, em se tratando de um escritor com muitos amigos que se encarregam de abrandar o seu ateismo, alguns deles até formados em teologia, conclui de modo menos brando porque, afinal, para escrever o que lá está, só um fundamento ateu pode sustentar. Assim me parece! Prof. Hamilton Werneck

2 comentários:

  1. Contigo aprendo!
    Estou te seguindo aulaslurdinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Grato Lurdinha pelo seu comentário! Um abraço. Hamilton Werneck

    ResponderExcluir